Cultivo ideal de cana-de-açúcar: como deve ser o manejo do solo?
Cultivo ideal de cana-de-açúcar: como deve ser o manejo do solo? - 27/04/2020

O cultivo ideal da cana-de-açúcar tem um grande impacto na importância econômica deste produto. Para que se obtenha sucesso na plantação e, consequentemente, na colheita, deve-se observar o manejo correto do solo.

Por ser cultivada em diferentes regiões do Brasil, a condição do solo pode sofrer importantes variações que devem ser consideradas para o sucesso do plantio.

Continue a leitura para entender melhor sobre como cuidar do solo para produzir mais e melhor!

 

Cultivo ideal de cana-de-açúcar: como deve ser o manejo do solo?

Durante o manejo do solo, alguns grupos são formados de acordo com as características mais comuns, facilitando a realização das práticas.

Estes agrupamentos são importantes para o mapeamento feito no levantamento dos solos. Eles procuram reunir informações precisas de solos que possam vir a responder bem às atividades de manejo.

Além disso, os grupos de manejo apresentam dinamismo, que consegue ser reajustado nos anos subsequentes pela experiência adquirida da equipe técnica e os avanços tecnológicos presentes.

Os grupos são divididos entre:

  • preparo dos solos;
  • época de plantio;
  • época de colheita;
  • fertilidade;
  • alocação de variedades.

A partir das informações coletadas por cada um desses grupos, é possível começar o preparo adequado do solo para receber a cana-de-açúcar.

 

Preparo e conservação do solo da cana-de-açúcar

É importante que as práticas de preparo do solo sejam consideradas para que a identificação de fatores limitantes ao desenvolvimento do plantio seja realizada.

Nessa etapa, se observa restrições físicas de compactação e encharcamento, bem como as químicas, que são caracterizadas pelo baixo teor nutritivo contra um elevado teor de sais Na.

Deve-se observar ainda a possibilidade de infestações por ervas daninhas e a erradicação das socas.

Isso faz com que o processo de conservação do tipo de solo, corte e época de plantio e colheita tenha uma maior agilidade, fazendo com que o produtor agrícola não perca tanto tempo para iniciar a formação do seu canavial.

 

Sistemas de preparo do solo

Atualmente, existem diferentes sistemas de preparo do solo que podem ser utilizados antes do cultivo da cana-de-açúcar. No entanto, alguns pontos precisam ser observados antes que um deles seja devidamente escolhido.

Para isso, a equipe técnica deve realizar uma avaliação total do sistema para identificar sua capacidade de atuação em solos que possam vir a sofrer com infestações ou necessitam passar por uma recuperação química.

No primeiro caso, o sistema mais apropriado para o desenvolvimento do cultivo é o convencional, devido a sua operação de subsolagem e aração, incorporando corretivos ao solo.

Este sistema deve ser aplicado durante o período mais seco do ano, aproveitando as larvas que sobem para sua superfície, prevenindo o solo de infestações.

Já para o segundo caso, em solos que precisam passar por recuperação química, o ideal é que o sistema utilize de técnicas aplicadas pelo convencional, como o arado, possibilitando a incorporação das sementes e dos corretivos necessários para a reabilitação.

No entanto, o sistema viário e conservacionista pode surgir em uma segunda etapa para a aplicação dos corretivos.

Nas áreas em que o solo já se recuperou de agentes químicos e da incidência de pragas, o produtor agrícola deve optar pelo plantio direto ou direcionadas ao preparo reduzido.

O manejo do solo para cana-de-açúcar deve ser uma prioridade para que seja realizada a colheita de uma matéria-prima de qualidade para diferentes setores industriais, principalmente no que tange o etanol e o açúcar refinado.

 

Essa foi apenas uma introdução, mas você pode contar com a Athenas Agrícola para realizar a avaliação completa do seu solo e garantir os melhores resultados. Conheça nossas análises laboratoriais!

navigation

Voltar ao Topo