Quais os principais desafios que o produtor rural enfrenta hoje e como vencê-los?
Quais os principais desafios que o produtor rural enfrenta hoje e como vencê-los? - 21/11/2019

Os desafios que o produtor rural enfrenta atualmente estão relacionados a diversos fatores. No entanto, existem algumas questões que são comuns à maioria desses profissionais.

Por meio da 7ª Pesquisa de Hábitos do Produtor Rural ABMRA, pode-se ter uma ideia dos principais fatores que prejudicam o trabalho do agricultor.

O estudo indicou que 24% dos profissionais consultados apontam os problemas com o clima, como principal dificuldade. As pragas e doenças foram citadas por 11% dos entrevistados, seguido da escassez de mão de obra, também com 11% de menção.

Entre outros fatores apontados pelos trabalhadores, estão as questões relacionadas à logística e armazenagem.

A seguir, falaremos um pouco sobre esses três principais desafios e o que fazer para superá-los. Acompanhe a leitura!

Problemas com o clima

Principal desafio do produtor agrícola brasileiro, o clima é uma questão que sempre fez parte da rotina desse trabalhador, principalmente por vivermos em um país com oscilações tão grandes de temperatura e presença de fortes fenômenos da natureza.

Fenômenos como secas, enchentes, geadas e granizo fazem parte da realidade de nossas produções rurais e isso pode fazer com que o produtor rural perca boa parte do seu rebanho ou safra, ou tenha muita dificuldade para evitar as baixas.

Para ilustrar essa realidade, temos o exemplo que aconteceu no ano de 2016, quando o longo período de estiagem no sul e no sudoeste da Bahia levou a perdas que ficaram entre 50% e 90% da produção.

Naquele período, mais de 30 mil cabeças de gado foram perdidas e a produção de leite teve uma queda de 60%.

Para lidar com as dificuldades climáticas, o produtor precisa fazer uso das novas tecnologias, que auxiliem na gestão do negócio como um todo. Desse modo, o trabalhador terá meios de intensificar métodos como a irrigação, o plantio diretamente na palha, a fixação biológica de nitrogênio e até uso de drones, para que seja possível acompanhar o andamento da produção.

Pragas e doenças

É muito comum que bactérias, fungos, ervas daninhas, entre outros, provoquem sérios danos e doenças graves na lavoura. Por esse motivo, os produtores rurais destacaram essa questão.

Quase que na mesma proporção que os fenômenos da natureza, a ação das pragas é muito difícil de combater e, dependendo da proliferação, pode comprometer toda a produção.

O que dificulta bastante o trabalho, além do fato de ter que lidar com a grande diversidade de pragas, é que algumas delas são resistentes aos herbicidas presentes no mercado.

Do mesmo modo, algumas doenças são muito difíceis de combater ou exigem gastos muito altos, levando o produtor a sofrer vários prejuízos.

É possível amenizar os efeitos das pragas e das doenças criando um hábito da manutenção e vistoria de toda a produção.

Estar próximo da lavoura fará com que o produtor tenha conhecimento suficiente das características de sua produção e se antecipe aos fatos, caso perceba alguma anormalidade.

É preciso ficar atento à saúde do solo e da plantação para que as medidas contra os males sejam tomadas em seu início e combatidas de maneira eficaz.

Escassez de mão de obra

A dificuldade para encontrar profissionais habilitados para o manejo dos animais e manuseio do maquinário presente no agronegócio tem sido um grande desafio para os produtores rurais.

Muitos dos profissionais envolvidos nesse ramo não receberam capacitação profissional suficiente para saberem operar os equipamentos que hoje fazem uso de novas tecnologias e estão fazendo parte das inovações agrícolas.

Para resolver esse problema, a qualificação dos trabalhadores rurais é a melhor opção.

É necessário oferecer treinamento e cursos para que esses profissionais tenham condições de retirar todo o potencial dos equipamentos tecnológicos e para que possam também seguir os devidos cuidados nos processos da lavoura.

E você: quais desafios tem enfrentado hoje em sua produção? Vamos conversar!

navigation

Voltar ao Topo