Você sabe as vantagens do Plantio Direto? Entenda como utilizá-lo!
Você sabe as vantagens do Plantio Direto? Entenda como utilizá-lo! - 04/07/2019

O cuidado com o solo e as formas como ele é manejado são dois dos maiores desafios de qualquer agricultor. Por isso, existem diversas técnicas que permitem, não somente aumentar a produtividade do cultivo, como trazer mais segurança para ele, diminuindo os efeitos da erosão. Uma dessas soluções é o plantio direto.


O que é Plantio Direto?


O Sistema de Plantio Direto é uma forma de manejar o solo, de modo que os restos culturais sejam deixados sobre o mesmo. Seu objetivo é eliminar o revolvimento do solo, já que será mantido sobre ele a palhada que está no local.


Por isso, este é um componente principal deste sistema. A quantidade de palha que será usada ajuda a determinar as condições em que o plantio direto está se desenvolvendo. Por conta disso, é necessário ter um conhecimento profundo ou bastante experiência no cultivo em questão.
 

As vantagens do Plantio Direto


Uma das principais vantagens do plantio direto é uma drástica redução na erosão. Primeiramente, com a palhada existente, há uma camada extra de proteção contra os fatores externos que aceleram este processo, e como o objetivo do sistema é manejar o solo o mínimo possível, a erosão é ainda mais lenta.


Com a palhada, existe um contato direto menor com as águas da chuva, com o vento e com os raios solares, além de impedir o escorrimento e o arrastamento de diversas partículas pelo solo. Além desta proteção, a palha ainda ajuda na nutrição do solo. Por ter uma decomposição mais lenta e gradativa, a composição orgânica da terra aumenta, deixando-a mais rica e com uma maior oferta de nutrientes para a cultura.


Por isso, o plantio direto tem as vantagens gerais de proteger o solo e tornar a produção ainda mais eficiente.


Como implementar o plantio direto?


Implementar o plantio direto não é difícil, mas existem alguns passos fundamentais que precisam ser tomados. Por exemplo, eliminar certas ervas daninhas pode ser mais difícil dentro deste sistema, o que significa que o uso de herbicidas deve ser feito antes do início de cada cultura.


Além disso, na preparação para o plantio direto, é preciso garantir que o solo esteja bem nivelado, eliminando as camadas compactadas do mesmo e usando sulcos ou valetas quando necessário.


Em seguida, pode ser necessário também fazer uma correção na camada superficial do solo, usando a calagem ou incorporando o calcário. Após isso, o resto de cultura é coletado e esparramado para cobrir o solo.
 

Por fim, podem ser usadas máquinas que irão abrir o sulco na terra para depositar o fertilizante e a semente necessários para o cultivo. Esse equilíbrio necessário para o bom plantio, é calculado pela própria máquina, o que torna o processo mais preciso e ágil.


Apesar de não ser uma técnica extremamente complicada, o plantio direto é um pouco mais complexo do que a opção tradicional, demandando um certo conhecimento técnico e o treinamento dos trabalhadores. Porém, este é um investimento que vale muito a pena, especialmente a longo prazo, pois irá resultar em um solo mais rico e saudável, além de trazer colheitas ainda melhores.

Precisa de ajuda para conhecer e analisar o seu solo? Nós podemos te ajudar com isso! Entre em contato conosco e otimize a sua produção! 

navigation

Voltar ao Topo