Matéria Orgânica do Solo: entenda a sua importância para a cultura
Matéria Orgânica do Solo: entenda a sua importância para a cultura - 26/06/2019

Vem de tempos imemoriais essa relação entre o homem e o solo que ele cultiva. O solo, além de proporcionar o seu caminho seguro através da evolução, definiu a história da sociedade quando serviu de cultivo para plantas e criação de animais.

Mas apesar de todos os benefícios que a terra ofereceu para a humanidade, nem sempre soubemos manejá-la corretamente.

Todo o ciclo da natureza é infalível ao seu modo, e relativamente contínuo, mas algumas técnicas de agricultura ideais foram deixadas de lado em detrimento de outras, já que se acreditava que eram menos lucrativas, apesar de naturais, ou mesmo por falta de conhecimento. Isso acaba sendo muito prejudicial para solo, que perde nutrientes e seu potencial de fertilidade.

Hoje conhecemos mais sobre as melhores práticas de manejo da terra, e como elas são as escolhas ideais para garantir uma produtividade contínua e de melhor qualidade.

Vale a pena trabalhar para a permanência e aumento do teor de matéria orgânica no solo! Se você quer saber mais sobre isso, fique conosco e acompanhe o artigo a seguir.

O que é matéria orgânica do solo (MOS)?

 

Antes de tudo é importante definirmos o que é matéria orgânica, então vamos lá: a matéria orgânica é a fração orgânica do solo composta por resíduos vegetais, animais, compostos microbianos e húmus.

A matéria orgânica possui vários estágios de decomposição, sendo o último e mais estável deles, o húmus. O húmus é um composto orgânico de coloração escura e imprescindível para a dinâmica do solo.

Quais os benefícios da matéria orgânica para o solo

• Matéria orgânica fornece enxofre para o solo

Cerca de 50 a 70% do enxofre encontrado no solo está na forma orgânica, fazendo da matéria orgânica uma das maiores fornecedoras desse elemento.

• Matéria orgânica permite o desenvolvimento de micorrizas

Micorrizas são associações entre pequenos fungos e raízes de plantas que irão favorecer e melhorar a capacidade dessas raízes em absorver água e nutrientes.

• Matéria orgânica ajuda a reter os nutrientes no solo

Através de algumas reações de decomposição realizadas pelos microrganismos do solo, nutrientes de vital importância, tais como potássio, manganês, cálcio, cobre, nitrogênio, zinco e ferro são imobilizados no solo.

• Matéria orgânica atua como um “poder tampão”

Por proporcionar húmus para o solo, que por sua vez fornece estabilidade no pH, a flora que vive nesse ambiente também pode se estabilizar e se desenvolver, visto que não precisará se preocupar com alterações bruscas. Esse é o famoso “poder tampão” que protege essas áreas.

Solo rico é solo manejado corretamente

Um solo rico em matéria orgânica requer práticas adequadas, como manutenção de palha na superfície, alternância de culturas e ausência de revolvimento do solo.

Com as práticas de plantio convencional, ocorrem quebras dos agregados do solo deixando-o mais exposto às ações dos microrganismos, portanto, há mais decomposição e maior dificuldade de estabilização e estoque de matéria orgânica no solo.
Com a prática de plantio direto, na qual não há revolvimento e exposição do solo, é possível intensificar a produção, uma vez que a matéria morta que recobre o solo será decomposta, assim, aumentando a matéria orgânica disponível para mineralização de nutrientes e futuro aproveitamento pelas culturas.

O rendimento da sua cultura aumenta à medida que o solo melhora sua ciclagem de nutrientes através da matéria orgânica, sendo possível utilizar até mesmo menos quantidade de fertilizantes.

Se você quer conhecer todo o potencial do seu solo, do que ele necessita e quais as melhores práticas, entre em contato conosco!

navigation

Voltar ao Topo